Piter Punk's HomePage - Artigos
 
English version
Truques para Instalação I

Piter PUNK

1. Introdução

Sei bem como é, você tem um computador em que dá tanto trabalho instalar o linux no infeliz que está desde 98 com a mesma instalação, pois em 98 foi a última vez em que se deu ao trabalho de fazer uma série de malabarismos exóticos que só de pensar já te desanima tentar de novo.

Notebooks sem boot pelo CD-ROM e sem drives de disquete (é, ele até vinha com um drive de disquete, mas o tempo cuidou de desaparecer com ele), velhos 486 All-In-One cujo drive de CD apenas lê CDs originais, etc, etc e etc... Estava olhando uma máquina problemática um dia desses e pensando no quê fazer. Queria fazer um fresh-install mas não queria ter muito trabalho... Até que me veio uma iluminação!

Para iniciar o procedimento de instalação do slackware, é necessário primeiramente ler o kernel e, em seguida ler o initrd.img, onde se localizam todos os programas de instalação. Se o meu problema for só "entrar" no sistema de instalação (o que seria o caso do Notebook sem boot pelo CD e sem drive de disquete), basta conseguir ler o kernel e o initrd e tudo se resolve.

2. Botando a mão na massa

Como fazer isso? Fácil, primeiro, copie um dos kernels do slackware para o seu /boot. Os arquivos que precisamos se encontram em /kernels/nomedokernel. Assim, para copiar o bare.i devemos fazer:

	# cp /mnt/kernels/bare.i/bzImage /boot/install10.1

Em seguida, vamos copiar o initrd, que também será necessário:

	# cp /mnt/isolinux/initrd.img /boot/initrd-install10.1

Agora que os arquivos estão no lugar, basta editar o lilo.conf, criando uma entrada no LILO que irá ler o kernel da instalação e em seguida o initrd.img. A partir daí, podemos instalar o slackware normalmente, como se houvéssemos bootado pelo CD.

Edite então o /etc/lilo.conf e inclua as linhas:

	image = /boot/install10.1
	  initrd = /boot/initrd-install10.1
	  label = install10.1
	  read-only

Depois é só rodar o comando lilo:

	# lilo

Reboote a sua máquina e escolha a opção "install10.1" no menu de inicialização.

3. Xiii... mas nem drive de CD funciona!

Caso o seu problema envolva uma máquina sem drive de CD, é bom que ela tenha pelo menos uma placa de rede, assim podemos fazer a instalação via rede. Claro, continuamos sem poder usar os disquetes...

Nesse caso, junto com o initrd e o kernel, você deve copiar o network.dsk. Aí tem um pouco de "truque" envolvido. A instalação do slackware está preparada para ler o network.dsk de um disquete ou do cdrom. Não de uma partição no HD... a enganação é simples:

	# mkdir /isolinux
	# cp /mnt/rootdisks/network.dsk /isolinux

Agora, reboote a sua máquina e escolha a opção "install10.1". Logo após entrar como usuário root, já no prompt, monte a sua partição / e rode o script network, como se estivesse efetuando uma instalação totalmente normnal:

	# mount /dev/hdxn /cdrom
	# network
	# umount /cdrom

Pronto! Você está no sistema de instalação e com sua placa de rede configurada, pronto para fazer uma instalação novinha em folha do slackware nessa máquina! Divirta-se! Quaisquer problemas, dúvidas ou sugestões entre em contato [email protected].


Links Principal Artigos Piter Punk Dicas Programas
 
Powered by Slackware Linux - Written in VIm (the best one!) Last Update: 16 Aug 2005